quarta-feira, 18 de julho de 2012

Novidades de hoje

As imagens que coloquei ontem e que ainda estão sem comentários voltarei a editar, e claro, com alguns comentários, mas não muitos...
Hoje venho só "partilhar" as boas e as menos boas...novidades do dia.

Esta foi a colheita do dia.
São 4 Jóias de Oaxaca à esquerda, um Laranja Russo 117 ao centro, um Black Aisberg em cima à direita e um Tuxhorn em baixo/direita.
Não foram a primeira colheita de tomates, pois na semana passada havia tirado 3 Jóias de Oaxaca, e que se vê numa das imagens que anexei ontem. Esses tais não me souberam mesmo nada bem, apesar de maduros.
A segunda colheita que fiz, e também na semana passada, foi um Black Aisberg, que aliás está na terceira imagem deste post. Também não saí contente com a prova gustativa...
Julgo que só devo ter mais alguns tomates maduros na próxima semana.
Infelizmente, ou não...só lá para Agosto é que degustarei este ano os Cherokee Purple e os T.C. Jones.
Uma salada com um Laranja Russo 117. Desta vez adorei o sabor do tomate. Bem saboroso!
Quanta diferença fez este aumento de temperaturas.
Se me saírem todos com o "requinte gustativo" que este hoje me deu, então temos temporada promissora...
Esta espécie é a única novidade deste ano, e como sabor não gostei...
Como já referi mais acima, este foi a segunda colheita do ano, e na semana passada.
Antes do dia de hoje, e esquecendo o julgamento gustativo do primeiro tomate da espécie, augurava notas muito boas que tinha intenção de escrever nas imagens anexadas ontem... Falarei na mesma mas já desmotivado...
Eis, então, a surpresa desagradável que hoje descobri!
Um cacho inteiro do Black Aisberg neste estado.
Nem tenho palavras para o descrever...
Tenho que pesquisar do que se trata com mais pormenor...
Até à data só tinha retirado 2 tomateiros para o lixo. Os dois tinham podridão apical; e eram ambos da espécie Hawaïan Pineapple, que aliás, é o vizinho mais próximo deste Black Aisberg.
O solo está seco mas ontem reguei-os. E pela primeira vez rego dois dias seguidos (ontem e hoje), pois tenho mantido sempre uma rega constante (de dois em dois dias, e que por vezes foi de 3 dias).

7 comentários:

Rui Esteves disse...

Bom dia António,

Minha pergunta é não será do sol (UV)perecem queimados de sol direto e assim de um dia para outro é suspeito!
O João Gomes diz que tb tem tomates queimados pelo sol!

Um abraçoea

João Gomes disse...

Olá António
Bonitos tomates, o Black Aisberg está espetacular, parece delicioso e os Jóias de Oaxaca são belíssimos.
O desastre que apresenta a seguir, também me começou a aparecer ontem, são queimaduras do sol, os 40 graus não perdoam, as folhas não são suficientes para fazer sombra e a tragédia acontece.
Aqui, a coisa começa a complicar-se, muitas folhas amarelas, mais podridão apical (estúpido eu, só pulverizei com Complesal cálcio os tomateiros que tinham apresentado esse problema, só ontem num tomateiro tirei 8 tomates com podridão apical, e aqui na vizinhança já vi tomates com cancro bacteriano e mal passe este calor abrasador irei sulfatar com calda bordalesa antes que chegue aqui.
Acho que isto vai descambar, mas desde que dê para comer alguns e retirar sementes para o ano já me dou por satisfeito.
Cumprimentos
João

Tubaral disse...

Estou para ver os meus!! até tenho medo! Do raios UV não devem de queimar, estão abrigados pela Ramada ...
o meu problema este ano é a rega.. será muito escassa! vamos a ver se aguentam...
Cumprimentos pessoal!

Paixão da Horta disse...

Viva Rui,

O teu palpite está correcto Rui! Ontem, após o post, ainda fui fazer uma pequena pesquisa e em 5 minutos já sabia toda a informação que queria.
Na segunda-feira andei a retirar ramos de folhas - pois até ao momento só o havia feito uma vez, ligeiramente e junto ao solo -, como "limpeza" de doentes - folhas amarelas -, e também para arejar os tomates já em desenvolvimento.
Como já te havia assinalado, aqui no Minho as temperaturas no mês de Junho e Julho andaram sempre entre os 20 e 21 graus, ora, de repente a partir do último domingo o calor aumentou 13 graus, e os tomateiros assim "depenados" deu no que deu... Os frutos sofreram as consequências do meu desleixe...
Para salvar a restante produção desta meteorologia maluca...vou mimalos com uma rede de sombra.
Mais uma lição para gravar na memória, e ter-la sempre em consideração!
Abraço,
António

Paixão da Horta disse...

Viva João,

Como já o referi ao Rui, na segunda-feira retirei também imensas folhas amarelas, e que neste caso atribuo...às temperaturas baixas que se fizeram sentir durante dias a fio (20 e 21 de máximas e 12 a 14 de mínimas).
Aqui não esteve assim tão quente (40), mas com 33 ou 34 graus, o que faz um aumento repentino de 13 a 14 graus, foi com certeza o suficiente para este cenário.
Podridão apical para já só em dois tomates, e os dois da mesma espécie (Hawaïan Pineapple) e do mesmo pé (tenho 2 pés na horta).
Com calor ou não...ontem sulfatei-os com calda bordalesa e misturei enxofre em pó (uma colher de sopa). Claro está que só os sulfatei ao fim do dia (21h). Além disso estavam a precisar pois na última sexta-feira aqui choveu todo o dia (chuvisco), e como eu estava doente e tinha-me esquecido de colocar o plástico por cima, levaram o primeiro banho da temporada. Por isso esta precaução.

Hoje a salada foi com os Jóias de Oaxaca mais o Tuxhorn. Infelizmente continuo a não ter o paladar dos outros anos.
Valeu-me ontem o Laranja Russo 117 para matar saudades de "sabores exóticos".
Saudações,
António

João Gomes disse...

Viva António,
Nas duas últimas semanas aumentou muito o número de folhas amarelas nalguns dos meus tomateiros, acha que será da temperatura baixa das noites?
Só espero que não esteja a dar o badagaio aos meus ricos tomateiros.
Abraço
João

Paixão da Horta disse...

Viva João,

Antes de "tentar adivinhar", em relação à sua questão, precisava que me respondesse à seguinte:
Por acaso você utilizou estrume de cavalo quando estrumou o solo?!? E se sim, esse estrume estava bem curtido ou nem por isso?!?
Logo à noite vou fazer um pouco de pesquisa nos sites franceses onde retiro sempre a informação que necessito! Depois lhe responderei.
Abraço,
António